28 de abr de 2010

Dia da Sogra


Hoje, dia 28 de abril, é "Dia da Sogra"!

Que tal surpreender, com carinho e originalidade, aquela que "colocou no mundo o seu grande amor"?!

Na Bibelots.com.br, tem uma diversidade enorme de mimos encantadores. Utilizamos técnicas de patchowork e costura criativa para criar o que chamamos de "arte útil"... coisinhas fofas, que toda mulher adora, mas que também tem utilidade.


Porta óculos, porta trecos e almofada para leitura com floral azul antique.

27 de abr de 2010

Sorteio do "Chega de Bagunça": Organizadores Bibelots


Mais uma vez, tem PRESENTE da BIBELOTS.COM.BR sendo sorteado em espaços bacanas na internet!

Agora, é o Blog Chega de Bagunça que deu espaço para a nossa Loja Virtual, indicando nosso "PEG BAG" (porta calcinha em inglês) em forma de vestidinho e o "Porta Cuecas" masculinos.

Dois mimos super interessantes, confeccionados em tricoline 100% algodão, com todo capricho, para organizar malas e armários.

Para os moços, o kit com 02 sacos, com aplicação de cueca e meia, é um presente realmente diferente.

PARA PARTICIPAR DO SORTEIO, BASTA SEGUIR O BLOG BIBELOTS (este aqui!) e deixar nome e e-mail de contato. O sorteio acontecerá dia 29/04 (6ª-feira), às 23h59! Boa sorte!!!

Na Bibelots, tem dois modelos de porta calcinhas: um saquinho com aplicação de sutiã e calcinha, e outro em formato de vestido, que vem com cabide para ser pendurado no armário.

O segundo, pode ser usado cheio de sachês aromatizadores (não inclusos) para perfumar o armário e servem, também, para organizar lenços, echarpes, meias etc.

Além disso, temos o modelo saquinho com forro de plástico para guardar biquinis!

Visitem o site http://www.bibelots.com.br/ e conheçam os produtos! Entregamos em todo Brasil!

19 de abr de 2010

Como dar a notícia da gravidez...


Muitas futuras mamães, quando recebem a notícia positiva da gravidez, querem surpreender o futuro papai e, também, os futuros vovôs e vovós.

E eu não fui diferente. Na tentativa de marcar esse dia tão feliz com um mimo especial, fiz um babador para os avós (dois rosas e dois azuis) e entreguei à eles dentro de uma caixa caprichosamente enfeitada, sem dizer muita coisa...


Ao abrir, os vovôs demoraram um pouco para entender a brincadeira - claro: os homens são assim. (risos). Mas, as vovós, logo começaram a comemorar a notícia com lágrimas nos olhos. 

E com o maridão, nada foi diferente. Ele ganhou um micro macacãozinho (tamanho Recém Nascido - RN)com os dizeres "Sou do Papai" e alguns minutos depois (mais risos) entendeu a notícia.

E esta é a sugestão do dia. Para as gravidinhas e para as futuras mamães, que ao chegarem lá, também fazem questão de serem originais.

Eu garanto que as fotos dos babadores e dos respectivos presenteados é uma ótima opção para a primeira foto do álbum do(a) bebê.    

10 de abr de 2010

Todo mimo tem o seu estilo.


Artesãos e designers do mundo inteiro se esmeram para criar novidades que possam cair na graça dos consumidores. Uma disputa acirrada se instala no momento em que o trabalho artesanal chega às vitrines para concorrer com produtos industrializados, produzidos em larga escala, de custo quase inexplicável.

Que houve um respeitável projeto de criação do produto industrializado, não há dúvida. Que o artesão dedicou horas, dias e até meses para finalizar o seu trabalho, também não se questiona. E mais: há espaço para ambos.

Mas se estamos a procura de algo especial, que realmente surpreenda, o interessante é fugir do óbvio. Mimos que revelam novidades inspiradas no universo da moda, da decoração, da gastronomia conquistam seus espaços em lojas charmosas que garimpam preciosidades em ateliês que produzem peças com sutis detalhes handmade.

Se queremos exclusividade, chegou a vez de apostarmos nos mimos feitos em escala artesanal que remetem aos tempos da vovó... com características que ressurgem sem pressa, elaboradas com carinho, esbanjando emoções.
Máscaras relaxantes. Passamanaria para Bibelots.com.br

O estilo handmade pode ser aplicado entre os mimos das mais diversas formas. Encantando o consumidor com o seu resultado poético, nostálgico... chique. “Seja um laço feito à mão, um arremate em alinhavos, um aplique de crochê, uma renda de bilro, um fuxico caprichado... aos poucos as criações acontecem, espontaneamente”, conforme comenta Elena Cecília, que desenvolve acessórios em tecido no ateliê Passamanaria. Sempre fã de trabalhos manuais, e atualmente artesã por opção profissional, Elena ressalta: “Dá até para imaginar que aquela peça contém uma história concebida pelo artesão que a criou, cujo final pode se dar nas mãos de quem a adquire, quem a aprecia, em contextos diversos, fazendo parte de uma nova história.”

Ao contrário da frenética industrialização, a palavra de ordem do trabalho artesanal é justamente: produzir algo fora de série. Tudo em suas devidas proporções contemplativas, sem medo de errar.

No artesanato, o que vale não é o indefectível, e sim o valor criativo, a habilidade manual escassa da modernidade. Momento em que o handmade se inova ao mesclar, por exemplo, tecidos nobres ecologicamente corretos em patchworks enriquecidos pela customização, brindando-nos com a generosidade das novas tecnologias.

Artesãs de todo país vibram com a crescente constatação de que o público tem apreciado o artesanato fino e lançado um olhar fiel ao verdadeiro artesanato de qualidade, que tem particularidades valiosas e que devem ser conservadas (a exemplo de um laço feito à mão em substituição àqueles industrializados, vendidos às centenas).

Algumas "imperfeições" inofensivas equivalem à "licenças poéticas", quando não comprometem o produto final e, do contrário, dão mais autenticidade ao trabalho manual, que tem emoção e é pensado, em cada detalhe.

Neste oportunidade, destacamos a proposta da artesã Micheline Matos, da marca Samariquinha que com sua sensibilidade artística explora as possibilidades do handmade de forma primorosa e bem atual; e não se distancia do conceito ora mencionado.
A delicadeza de suas almofadas sempre demonstra o toque afetivo com que realiza seu trabalho. Como ela, incontáveis artesãos se propõem profissionais em um mercado em expansão que busca atender lojistas que valorizam o artesanato de qualidade, oferecendo opções acessíveis, com estilo próprio e muita criatividade. Simples assim.

6 de abr de 2010

Retrô, agora, é MODERNO!


O estilo retrô nunca esteve tão na moda e nunca permaneceu em evidência por tanto tempo... e, o mais interessante: essa tendência não parece ser passageira.

A nostalgia das estampas e os ar lúdico do “estilo vovó” tem predominado em muitas passarelas e, cá entre nós, isso é ótimo.

Não há nada mais feminino e delicado que um toque vintage ao visual. Rendas, babados, broches, sandálias open-toe-pumps, sapatinhos boneca, pelerines, obis, saias evasês... lacinhos e mais lacinhos são um verdadeiro brinde ao romantismo.

Neste contexto, muita gente se destacou nos desfiles do SPFW (Outono/Inverno 2010) que, apesar de ter acontecido em janeiro, marca a tendência retrô e indica que, neste ano, essa moda ainda permanecerá “in”.

A estréia do estilista Alexandre Herchcovitch em solo nacional, na criação da Rosa Chá, é pura inspiração. A mistura de lingerie com moda praia marcou o desfile com o romantismo retrô graças às rendas e aos paetês bordados delicadamente.

A Huis Clos, como sempre, se apresentou chique e cool! É difícil da marca sem ter um déjà vu. Toda edição é a mesma coisa: desfile elegante, acabamento perfeito, tecidos incríveis. Nesta temporada, não foi diferente: a estilista Sarah Kawasaki manteve-se fiel ao estilo da marca, mas seguiu evoluindo. Trouxe novidades como lindos coat dresses com ombros bufantes e mangas afuniladas, em um admirável exercício de moulage. Destaque também para os casacos em lã pesada com pele fake ao redor do pescoço e para os vestidos de noite feitos com jacquard de lurex.

Outro merecido destaque: Reinaldo Lourenço.


O estilista apostou no militarismo, no utilitário sofisticado, mas, também, no romantismo, para compor a coleção apresentada no SPFW. Num cenário geométrico, misturou a austeridade militar à suavidade da transparência e delicadeza das lindas flores de pedrarias bordadas. Foco para os vestidos mais compridos, com ar dos anos 40, que foi o ponto alto do desfile, e para as cores vivas e misturas de babados, plissados, pedrarias e rendas nas alças e barras.


Entre as lojas virtuais e estilistas que desfilam suas coleções na internet, e não nas passarelas internacionais (por enquanto!!!), é possível ser cliente (eu sou!) da marca Pó-de-Arroz. As peças são marcadas pelo romantismo das cores e tecidos, e nos detalhes manuais.

Apesar de antenadas nas passarelas, as estilistas Penha Maia e Mariana Fernandes conservam a identidade da marca: aproveitam as tendências da moda atual nas criações, mas preservam o ar vintage e feminino em todas elas.

A Bibelots.com.br também não fica de fora. Os OBIS (cintos) dupla face, marcam bem a cintura; e as golas avulsas (CAPINHAS e PELERINES) conferem uma personalidade retrô e bem original à clássica combinação “jeans + camisetinha”.


Assim como a Bibelots.com.br, a Pó-de-Arroz já faz sucesso na internet, por garantir peças exclusivas, com tiragem de produção limitada por modelo ou estampa.
Related Posts with Thumbnails